After Constructivism: a 2-day workshop

Workshop – 2011- a 2-day workshop

No contexto da Especialização em Psicoterapia teve lugar em Lisboa seminário e workshop em Terapia Pós-racionalista com Giampiero Arciero, da universidade de Siena e Istituto di costtructivismo  di Roma (IPRA)

Apresentação
Entre outros, dois modelos de raiz construtivista, humanista, pós-racionalista têm inspirado e influenciado as práticas clínicas desde a década de noventa. O primeiro, o modelo da mudança, de Michael Mahoney, teorizado de uma forma magistral e  clara no início dos anos noventa (Mahoney 1991), e que amadureceu nos anos seguintes para o enunciado de princípios orientadores das práticas construtivistas (Mahoney 1995, 2003; Neimeyer & Mahoney 1995). O segundo, a terapia cognitiva pós-racionalista de Vittorio Guidano,  com o seu foco nas organizações de significado pessoal (Guidano, 1987, 1991, 1995), e mais tarde, com Giampiero Arciero, no estilo de personalidade com tendência a determinado disturbio (Arciero & Guidano 2000,  Arciero 2009), um modelo que abraça a epistemologia construtivista ao encarar o conhecimento como resultante da experiência vivida no seu contexto, e não da racionalidade e da lógica proposicional: rational laws do not organize knowing systems. “Our actions,” noted Hayek (1988), “are governed by rules adjusted to the type of world we live in, that is, to circumstances we are not well aware of, that determine the structure of our successful actions” .


Neste modelo, sentir-se de determinada forma refere-se não só a uma forma de ser como também ao modo como o mundo acontece. Os processos inerentes à dinâmica do Self são auto-referenciais, ou seja, são constitutivos e não representativos, e reflectem mais a organização de significado de onde emergem (produto da participação da pessoa numa matriz histórica-sócial e da diferenciação progressiva da estrutura da sua experiência e identidade narrativa) do que propriamente qualidades intrínsecas e unívocas de uma realidade externa objectiva independente do "ser-no-mundo" (Guidano, 1993). Assim, uma mesma tonalidade emocional (tristeza, raiva, ansiedade, medo) é regulada e experienciada de forma diferente de acordo com a coerência do padrão de significado pessoal daquele que a experimenta (Guidano, 1991). Tal coerência exprime, por um lado, o modo como o indivíduo discrimina e atribui significado à sua experiência imediata e, por outro, como reordena narrativamente o passado e o presente num sentido de continuidade (sameness) que integra a variabilidade e descontinuidade da sua experiência (ipseidade) (Arciero etal, 2004). A identidade narrativa irá, então, elaborar os temas emocionais a que está ancorada e o aspecto essencial do narrar é justamente a relação que se estabelece entre a estruturação do enredo e a sua capacidade de modular o afecto. Quanto maior a eficácia na articulação da experiência de uma forma inteligível (quanto maior a compreensão) mais capaz será a pessoa de modular oscilações emocionais perturbadoras e integrá-las no sentido de si próprio (Self) (Arciero e Guidano, 2000). A mudança terapêutica passaria por orientar o cliente para a reconstrução e compreensão da dinâmica da sua experiência, facilitando o acesso a estados emocionais não articulados e promovendo a sua assimilação numa narrativa revista e expandida, capaz de promover o seu sentido de coerência pessoal.

Giampiero Arciero, psychiatrist, has been a researcher at the University of Freiburg (Switzerland) and director of the Personal Development Laboratory at the University of  California, Santa Barbara. With Vittorio Guidano he founded the Institute of Cognitive Post-Rationalist Psychology and Psychotherapy (IPRA), Rome, of which he is director. He is professor and director of the Postgraduate School of Cognitive Post-Rationalist Psychoptherapy at the University of Siena and consultant at the University of Geneva. He is author of the book Sulle tracce di sé and co-author with Vittorio Guidano and Michael Mahoney of various works on the subject of  psychotherapy.


Email  E-mail Email  Share

Informações

Participantes

Andreia Baptista
Alda Santos
Ana Seixas Freire
Ana Prioste
Ana Pego
Ana Alturas
Bruno Afonso
Camila Chaves Machado
Carmen Barnabé
Catarina Serra Marques
Cacilda Nordeste
Emilia Vergueiro
Fernanda Bento
Helena Vieira
Hélder Sampaio
Isabel Santa Bárbara Narciso
Isabel Eusébio
Inês Piteira
José Branco
José Serra
Lígia Varandas
Maria José Ramalho
Marco Ramos
Marta Moreno
Marta Sannino
Nuno Silva
Patricia Moreira
Patricia Lourenço
Raquel Sousa Esteves
Sara Trindade
Susana Anta
Susana Ramalho
Soraia Jahmal
Teresa Alfama Dias


Local e Datas

Lisboa, 25-26 Março 2011

  • Anfiteatro da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa
  • Alameda da Universidade, Campo Grande.

  • Sexta-feira 25 Março Workshop - 9.30h às 17.30h
  • Sábado 26 Março Workshop -9.30h às 17.30h
  • (Pausa café 11.30h e 16.30h | Pausa Almoço 13.15h)


Program Description

  • 25 March - After constructivism: the new conceptual frame of a post-rationalist psychology.

  • 26 March - Psychology and Psychopathology:the pre-reflexive comprehension of phobia.


Inscrições e Informações

Podem candidatar-se psicólogos - licenciados/ mestres com 300ECTS/ 5anos - médicos e estudantes finalistas (240 ECT) de ambas as licenciaturas - exigível conclusão de mestrado integrado.
Enviar CV e certificado de licenciatura para construtivistas@sppc.org.pt ou pelos correios para R. Ramalho Ortigão, 39, 1º Esq. 1070-228 Lisboa. Pode também contactar-nos na área de inscrições no menu principal.

  • Não Associados: até 28 Fevereiro 140€ | A partir 01 Março 180€
  • Associados SPPC:até 28 Fevereiro 120€ | A partir 01 Março 160€
  • Estudantes:até 28 Fevereiro 100€ | A partir 01 Março 140€

Enviar CV, CH ou sendo estudante documento comprovativo ultima propina / Cert. Freq. para construtivistas@sppc.org.pt

  • Contactos:+351 213851327 +351 965522423

  • NIB da Sociedade para todos movimentos e pagamentos: 0010 0000 36376870001 98. Favor notificar movimento bancário para o email: construtivistas@sppc.org.pt


Lingua do workshop

O Workshop decorrerá dominantemente em Castelhano e Inglês.


Links and readings


Comissão Organizadora

A. Henriques
T. Alfama Dias
A. Marques Pinto


Giampiero em discurso directo

"GA: Yo me sitúo en el lugar del encuentro, en el diálogo; es el arco donde el constructivismo -entendido como la ciencia que reflexiona sobre la experiencia en primera persona- se encuentra con la fenomenología, que estudia la experiencia en segunda persona, y con las neurociencias, que miran la experiencia humana desde el punto de vista de la tercera persona. Es un lugar de intercambio en el respeto de la autonomía reciproca."
(....)
GA: Este libro celebra la salida del cognitivismo post-racionalista de un enfoque exclusivamente naturalista sobre la experiencia humana. Esto significa que puede haber diferentes accesos a la experiencia humana –poético, histórico, biológico, neurológico, etc.- y que todos tienen la misma legitimidad. Creo que epistemológicamente es un punto de cambio en la dirección de una confrontación entre diferentes ciencias que se ocupan de la persona.
DT: ¿Y en el autor? ¿Cuáles son sus proyectos?
GA: Mi horizonte es construir una metodología rigurosa para fundar una ciencia de la experiencia desde el punto vista de la persona que la vive."



Recursos

Imagens

Arquivo

Cursos

Seminários

Workshops

Contacte-nos